2 min de leitura

João 20:24-29 Tomé, chamado Dídimo (gêmeo), entrou para a história como aquele que tem dificuldade em crer e que só crê se antes ver, se tocar, se puser a mão. Muitos vivem hoje a “Síndrome de Tomé”, tem grande dificuldade para crer no sobrenatural, nos milagres que Deus continua operando e por viverem assim, não experimentam os milagres de Deus em sua vida.


I – A SÍNDROME DE TOMÉ NOS LEVA À INCREDULIDADE      

Jesus passou três ano e meio com os seus discípulos, ensinando e realizando milagres todo o tempo. Eles foram testemunhas oculares desses milagres e receberam em primeira mão o ensino sobre a ressurreição de Jesus. E quando Jesus ressuscitou e apareceu aos seus discípulos, teve um que não estava presente e disse: Eu não creio que Jesus ressuscitou! Isso é no mínimo estranho. O que será que levou Tomé a essa incredulidade? Certamente que uma ação maligna cegou o seu entendimento, apesar da Bíblia não nos revelar isso, mas nos revela essa ação sobre Pedro (Lucas 22:31-34).     

O que será que leva as pessoas a não crerem em Jesus, a viverem na incredulidade e na falta de fé? Você deseja romper com isso agora mesmo? 


II- A SÍNDROME DE TOMÉ NOS LEVA À AUSÊNCIA      

João nos revela que Tomé não estava presente naquela importante reunião em que Jesus apareceu ressurreto, soprou o Seu Espírito Santo sobre eles e a todos alegrou (João 20:19-23). Temos visto hoje uma grande legião de “crentes ausentes”, de “discípulos ausentes”, mas afirmam que são crentes, que são discípulos de Jesus, eles só não vêm aos cultos, não frequentam as reuniões com regularidade. Será que eles são mesmo crentes em Jesus, são discípulos de Jesus? A ausência às reuniões e cultos na igreja, no templo, prejudicam a fé e o desenvolvimento espiritual de quem quer que seja. Isso aconteceu com Tomé!     

A ausência nos cultos leva à incredulidade e ao abandono da fé ou será que é a falta de fé e a incredulidade que levam à ausência nos cultos? O desafio é para você vencer a “Síndrome de Tomé” e participar dos cultos! 


III- A SÍNDROME DE TOMÉ NOS LEVA À PERDIÇÃO    

Se Jesus não tivesse feito aquela visita especial a Tomé (João 20:27-29), ele teria se perdido, pois já estava desviado dos caminhos do Senhor, estava ausente, vivia sem fé, já não acreditava na ressurreição de Jesus. Ora, se deixarmos de crer que Jesus ressuscitou, é vã a nossa fé e estaremos irremediavelmente perdidos e condenados pelos nossos pecados (I Coríntios 15:14-19). Você crê que Jesus ressuscitou dos mortos? Você crê que Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida? Pois bem, Tomé não acreditava e nem sabia qual era o caminho certo a seguir (João 14:5-6).    

E você sabe e reconhece que o caminho certo a seguir é Jesus? Deseja tomar a sua decisão agora de seguir a Jesus e tornar-se discípulo dEle? 


CONCLUSÃO: Tomé, finalmente, decide crer e confessa que Jesus é seu Senhor e o seu Deus (João 20:28). E você deseja também declarar que Jesus é o seu Senhor, o seu Deus e o seu Salvador? 


Lição de Célula No 1069 - De 30/05 a 05/06/22 – Aps. Wagner & Eunice 

Faça o Download aqui: Clique aqui 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.